Maradonas, Evitas e Aerolíneas Argentinas.

Cuidado! Esse post é azedo, amargo e pode ser controverso para algumas pessoas.

Eu nunca escondi de ninguém que DETESTO Argentino. Não gosto. Sei que a implicância é gratuita mas vamos concordar: Os caras são mal educados mas se consideram hospitaleiros, estão agonizando economicamente e ainda conservam o tacanho pensamento e atitude de quem são (ou acham que são) a “Europa na América do Sul”. Acho que se entende muito uma nação identificando os ídolos que ela elege… E quando eu penso no Maradona, muita coisa acaba fazendo sentido pra mim. Mas tudo bem, aceito que seja mera implicância e que nesse mar de prepotência argentina deve haver um ou outro cidadão de bem. No geral, eu não gosto mesmo e todas as vezes que estive em Buenos Aires (trabalhando ou em trânsito já que turismo sempre esteve fora de questão)  a única coisa que descobri é que o tal chorizo não chega mesmo ao pés da nossa picanha maturada.

Em contra partida os caras também odeiam gente. E daqui pra pior… uma nação que sempre se julgou melhor do que o Brasil, hoje depende do dindim da galera tupiniquim que escolheu Buenos Aires para passeios e compras. Pra mim é um deleite ver Argentino servindo Brasileiro, seja no taxi, no restaurante ou no aeroporto. Mas não se engane, ninguém naquele país vai além do que é mera obrigação. Argentinos no geral desconhecem palavras como gentileza e amabilidade.

Vi todas essas, que eram até então teorias, se materializarem nos últimos 3 dias, quando tentando voltar pra casa depois de 20 dias em família no Rio, tentei voltar pra casa pela Aerolíneas Argentinas. A verdade é que eu nunca curti muito a Aerolíneas… serviço né. A espera entre um vôo e outro é enorme, o avião meio “marroomenos” e a antipatia e a má vontade da tripulação é típica dos funcionários públicos, afinal a Aerolíneas Argentinas é uma estatal. Mas cobra os preços mais baratos para Nova Zelândia, e a gente compra porque se acostumou a fazer enconomia burra. E não foi falta de aviso, quem fecha minhas passagens é o pai da minha amiga Sophie e todas as vezes ele me falava: “Monica, você é a única pessoa para quem minha agência fecha Aerolíneas e só porque você é amiga da minha filha. Eu não vendo bilhetes Aerolíneas para meus clientes”. O problema é que você dá sorte num vôo, no outro e acaba relevando, como se a diferença de preço cobrisse coisas com as quais eu vivo sem, a simpatia dos argentinos por exemplo. Mas a coisa é bem mais feia do que isso.

25 de Junho | Sexta – Com o a erupção do vulcão Puyehue a Aerolíneas foi imediatamente prejudicada. No dia 05 de junho, voando sobre Bariloche para chegar ao Brasil, o piloto nos chamou atenção sobre o vulcão, todo mundo tirou foto, inclusive eu. Tinha só um dia e ninguém imaginaria o quanto ia bagunçar os vôo na América do Sul. Na semana que fui viajar, olhei os status dos vôos da Aerolíneas no website deles e aparecia como se todos os vôo pra Auckland daquela semana haviam sido realizados com sucesso. Com essa informação fui pro Aeroporto do Galeão. Já na hora do check in a funcionária me informou que “o vôo não estava confirmado”. Perguntei quais eram as minha opções e ela falou: “você pode arriscar e ir se for cancelado você estará imediatamente no próximo vôo que acontece depois de amanhã”. Tendo data pra voltar a trabalhar, aceitei o risco e fui.

Quando cheguei em Buenos Aires fomos informados que o vôo havia sido cancelado e que todos os passageiros deveriam arcar com suas próprias despesas de hospedagem, transporte e alimentação mesmo sendo do conhecimento de todos que pela ANAC, se você fica em trânsito (conexão) por mais de 4 horas a cia aérea tem que prover alimentação e por mais de 8 horas, hospedagem e transporte. Em caso de cancelamento, a Cia Aérea precisa realocar o passageiro no próximo vôo disponível de outra Cia Aérea. Com essa informação na ponta de lingua, consegui uma voucher de taxi para ir ao hotel e uma noite de hotel. Chegando lá, descobri Brasileiros que estavam em Buenos Aires há 10 dias aguardando um vôo pra Auckland, o que não fez nenhuma sentido pra mim já que pelo histórico do site os vôos estavam saindo. Ter que mudar sua viagem e todos os seus planos, perder programas e eventos já pagos no lugar de destino já é frustração suficiente. Mas realmente, deixar de passar férias na Nova Zelândia para amargar um Tango em Buenos Aires é castigo de limpar alma pra pelo menos 4 encarnações. Esse era o caso de centenas de Brasileiros. Eu só queria mesmo voltar pra casa.

26 de Junho | Sábado – No dia seguinte paguei um taxi e voltei pro aeroporto. Outro vôos vindos de São Paulo, Rio e Porto Alegre continuaram a chegar em Buenos Aires com passageiros para Auckland e Sidney. Quando um vôo é cancelado, os passageiros entram direto numa lista de espera para o próximo vôo e pelo que eu estava entendendo essa lista não parava de crescer. Entrando no site mais uma vez, vi uma promoção da Aerolíneas com vôos para Sidney a $147 usd. Como assim, não tinha vôo e eles vendendo passagem promocional justamente para esse período? Depois de um dia de espera tentei um voucher para ir pro hotel e fui informada de que a Aerolíneas só providenciaria uma noite como uma “cortesia”. Nossa…muy amable! Não adiantou explicar que eu estava em trânsito, que eu não deveria estar ali, que tinha vôo saindo pela Lan Chile naquela mesma noite… seja Dieguito ou Evita, a cara de descaso permanecia a mesma.

Resolvi ficar lá mesmo e dormir no aeroporto, já que havia sido informada que existia a “lista de espera” e a “real lista de espera” onde o primeiro na fila garante o assento no vôo. Alimentação correndo por minha conta. Curioso foi ver que vôos para Miami, Barcelona e Madrid (rotas completamente diferentes de Auckland) também estavam sendo cancelados. Pra piorar, descobri que embora o site do aeroporto de Auckland não tivesse nenhuma informação sobre o vôo da Aerolíneas, pelo site da Aerolíneas o meu vôo não só havia saído como tinha chegado a Auckland… mentira.

27 de Junho | Domingo – O que se seguiu foi uma reprodução do que o povo que estava lá há 10 dias havia me contato: ao invés de cancelarem o vôo e pronto, o mesmo ia ser adiado para diferentes horários até que foi cancelado. O problema desse procedimento é que enquanto o vôo não está cancelado as pessoas continuavam desembarcando em Buenos Aires, aumentando a lista de espera. Foi nesse momento que eu pedi para falar com alguém do cargo de gerência que soubesse articular uma frase diferente de “lamento, não podemos fazer nada”.

Entendo que tenha sido um dia difícil para os torcedores do River, entendo mesmo… mas a imagem da rodinha de bate papo enquanto a fila do balcão de informações só fazia crescer foi realmente perturbadora. Conversando com o Gerente ele grosseiramente me explicou que as determinações haviam mudado e que se até 24 antes a Aerolíneas poderia me voar de volta para o Rio, se eu quisesse fazer isso agora (e eu queria porque já tinha entendido que não vai ter vôo pra Auckland nem tão cedo) eu teria que usar a minha perna Buenos Aires x Auckland. E mais, quando os vôos para Auckland retornassem eu teria que comprar outra passagem Rio x Buenos Aires já que havia utilizado a minha… ALOW? Expliquei (bem devagar, em dois idiomas) que jamais havia comprado 4 tickets  Rio x Bue, Bue Akl, Akl x Bue, Bue x Rio. Comprei duas passagens: Rio x Auckland e Auckland x Rio. Buenos Aires pra mim (e isso consta no recibo e na passagem) sempre foi conexão e que segundo a IATA e a ANAC o procedimento da Aerolíneas estava no mínimo, completamente equivocado.

Senhoras e Senhores… nesse momento nosso Hermano, depois de ter dito coisas como não é meu problema e não posso fazer nada, esse hijo de puta, me solta um sonoro “No Me Importa”. Olhando no meu olho, diante de uma fila de pessoas perplexas vivendo diferentes situações: Kiwis, Australianos, Brasileiros com bebê, idosos e gente sem grana para bancar uma passagem de volta pra casa e mais outra de volta pra Buenos Aires quando a situação se normalizar (SE normalizar). Hotel e transporte totalmente fora de cogitação também. Aquela altura, só queria mesmo sair daí… comprei bilhete para o primeiro vôo disponível pra Auckland pela Lan Chile, e pedi pra Aerolíneas me mandar de volta pro Rio, ainda que usassem meu bilhete. Fiquei com nojo de tudo…

Muitas coisas podem estar acontecendo: crise financeira, pressão para input de verba por parte do governo…tivemos tempo suficiente para formulármos diversas teorias. Não importa, o descaso e o descumprimento de todas as leis de defesa do consumidor e das regras impostas pelos orgãos regulamentadores não deixam dúvidas de que a Aerolíneas Argentinas não é uma empresa confiável, nem séria. E que talvez a minha implicância não seja tão gratuita e injusta assim, considerando todas as grosserias, o desprezo e as ironias que a equipe Aerolíneas Argentinas despejou em seus clientes. Entendam que eu não queria em nenhum momento que a Aerolíneas enfiasse uma rolha no vulcão, que comprometesse minha segurança voando sem poder ou que me levasse de barquinho. O problema não foi o cancelamento do vôo, mas a forma como a Companhia vem lidando com os cancelamentos nas últimas duas semanas. Acho o fim do mundo eu ter pago do meu bolso pra ir até a Argentina, passar três dias comendo e dormindo mal e voltar pro Rio e ainda ser maltratada.

Nota de Rodapé: Percebeu que futebol não entrou nem em discussão, né?

Anúncios

14 comentários sobre “Maradonas, Evitas e Aerolíneas Argentinas.

  1. Continuação ; Suzy Machado

    11/07/11 – Chegamos ao aeroporto no horário combinado, mais uma luta pela frente a incerteza do nosso destino, muito triste, cansativo, desolador, nossas famílias preocupadas, sem ter o que fazer. Depois de muito nos enrrolar conseguimos embarcar.
    12/07/11 – Por fim, cheguei a Madrid, muito, muito cansada, o que era para ser uma alegria, um sonho estava virando pesadelo…
    Fui saber de minha mala, e me disseram que não sabiam aonde estavam a minha mala, a das meninas que estavam na mesma situação que eu, estavam em Santiago o próximo destino delas e a minha não estava no sistema, tinham perdido ela…e agora o que fazer, outro reclame, e me senti sem lenço e sem documento, sem nada em outro país uma maratona a cumprir e sem minhas coisas, sem nada, sem uma calcinha…e cadê a equipe da Aerolinhas Argentina, queria falar com alguém, mais isso impossível, não tinha ninguém somente a moça que registrou o reclame. Que me aconselhou a comprar roupas e guardar os recibos para que depois a companhia me reembolsace. Na altura das horas não tinha o que fazer, ainda tinha que pegar a estrada, tinha mais 500 kilometros pela frente até meu próximo destino. A funcionária me disse que assim que eles achassem iriam me entregar aonde eu estivesse.
    Dentro do período de 12 a 24/07 liguei todos os dias, mais só consegui falar umas duas vezes, já que o telefone que me deram na maioria das vezes só chamava sem ninguém atender. Mandei alguns e-mails que nunca foram respondidos. No dia 24/07 – um dia antes da minha volta estava na cidade de Toledo/ES e me disseram que acharam a minha mala que ela estava no aeroporto de Madrid Bajaras Terminal 2 sala 6. No dia 25/07 ( DIA DO MEU RETORNO) fui até o terminal 2 e por fim me encontrei com minha mala que para minha surpresa estava com a etiqueta com todos os meus dados até meu nome, tudo certinho. E a pergunta……COMO NÃO ACHARAM ANTES??? COMO PUDERAM PERDER ALGO QUE TEM NOME E ENDEREÇO CORRETO????
    Resumindo…ACABARAM COM MINHAS FÉRIAS!!!! E nem um pedido de desculpas, eu recebi. Nada de nada. Com todas as minhas viagens que já fiz foi a primeira vez que viajei com a Aerolinhas Argentina e primeira vez que me acontece isso.
    Hoje eles alegam que a culpa foi do VULCÃO. Vamos ver no que isso vai dar hoje.

  2. Oi Monica,
    Daqui a pouco estarei indo para minha audiência contra a Aerolineas Argentina. Lendo seu relato, me veio um filme de imediato de tudo que passei por lá. Venho através desta relatar todas as minhas dificuldades que passei em minha tão sonhada viagem a Europa por culpa somente da empresa Aerolinhas Argentina .
    Dia 09/Julho/11 – Peguei o vôo da Gol G3 7654 – Partida do GIG/RJ – 15:49h com destino a Buenos Aires. Chegando em Buenos Aires todos que faziam conecxão com destino a Madrid se dirigiram ao portão de embarque, para minha surpresa quando chegou a minha vez a atendente disse que não poderia embarcar pois não tinha vaga na aeronave, sendo que minha mala já estava dentro do avião, ou seja eles venderam a minha passagem sabendo que eu estava em trânsito, ninguém me deu atenção, nenhum funcionário me ajudou em nada, pelo contrário diziam que eu tinha que sair e procurar a companhia da Gol. Neste momento a mesma coisa que acontecia comigo estava acontecendo com mais duas meninas que vieram no mesmo vôo que o meu, Flávia Pinheiro e Michele Arruda que estavam indo fazer um curso, em fim, agora éramos três meninas abandonadas no aeroporto pela companhia Aerolinhas Argentina. Passamos pela imigração e nos dirigimos a companhia Gol que por sinal nos tratou muito bem e nos explicou que a culpa não eram deles e sim da Aerolinhas Argentina que além de vender nossas passagens, levou nossas malas para Madrid nos deixando sem nada. Foi então que procuramos novamente a companhia Aerolinhas Argentina e para mais uma surpresa não tinha nenhum funcionáro nos balcões, achamos uma faxineira que gentilmente entrou por uma porta e conseguiu achar um funcionário da Aerolinhas Argentina que em nenhum momento nos pediu desculpas, nos tratou muito mal, como se a culpa de nos estarmos ali e enchendo o saco dele era nossa e não da companhia que ele presta seus serviços. Depois de muita conversa o funcionário nos enganou dizendo que nossas malas estavam lá e que iria demorar 1 hora para que ele pegasse, e, nós dissemos a ele que iríamos jantar pois já faziam mais de 4 horas que estávamos no aeroporto, chegando no restaurante fomos avisados que só poderíamos comer um prato escolhidos por eles, se pagássemos poderíamos comer o que quisesse. Ok. Comemos o que nos deram uma coisa sem gosto horrível que eles chamam de pasta, passando uma hora voltamos ao balcão atrás de nossas malas e o funcionário nos disse na maior cara de pau que elas foram para Madrid. E que nos embarcaríamos para Madrid no dia 10/07 – ás 22:05h e fomos encaminhadas para um hotel. Mais antes questionamos a ele sobre a taxa de Over Booking que eles deveriam de pagar já que estávamos lá por culpa deles e sem roupas, e ele nos informou que isso teríamos que falar com o departamento de reclamações que estava fechado, a ANAC Tb fechada. Não tínhamos mais o que fazer ali, de olhos já inchados e vermelhos de tanto chorar e o cansaço fomos para o hotel.
    10/07/11 – Conforme foi pedido estávamos as 18hs no aeroporto, porque pensávamos que iríamos embarcar as 22:05h puro engano, nos disseram que iríamos embarcar as 01:30h percebi que estavam querendo ganhar tempo, todos sumiram do balcão, logo se aglomerou umas 100 pessoas batendo palmas ( tenho tudo registrado em fotos e imagem), querendo saber o que se passava, e depois de 1 hora consegui achar um funcionário que tinha nos atendido na noite anterior e perguntei a ele o que eu iria fazer já que seria a segunda noite lá e com a mesma roupa já que minha mala eles mandaram para Madrid, e ele friamente me disse que eu iria ter de ficar ali, no aeroporto, e eu imediatamente lhe disse que não, que não era certo, depois de muita discussão conseguimos um hotel que na altura das horas só nos serviu para tomar uma ducha e tirar uma soneca de 1 hora já que ás 6hs tínhamos que voltar para o aeroporto na promessa de voarmos para Madrid.

  3. Aerolíneas Argentinas nunca mais. No dia 17/10/11 a empresa deixou os passageiros de 2 vôos Aeroparque-Guarulhos esperando por 8 horas. O pior não foi a espera. Nos deixaram sem notícias, não havia guiche nem funcionários na área de embarque internacional para dar nenhuma notícia. Os passageiros não podiam sair e a única forma de comunicação era um terminal telefônico direto com a companhia no qual o funcionário não informava nada, tratava os passageiros muito mal e frequentemente desligava na cara de quem ligava. Todas as outras companhias decolavam no horário sem problemas e no meio desse calvário decola um avião da Aerolíneas de BsAs para o RJ no horário sendo que os passageiros para Guarulhos estavam com um atraso de mais de 6 horas. Quando apareceram funcionários na área de espera internacional, percebeu-se que não tinham a menor educação e condição psicológica para atender clientes. Além de diversas grosseirias, eu presenciei 2 funcionários mandarem 2 mulheres em momentos diferentes calarem a boca, inclusive com dedo em riste e ar ameaçador, sendo que uma delas era uma idosa.
    Depois disso eu até esqueci os aviões velhos e comissários mal-humorados.

    • Oi Roberto, mega obrigada pelo seu comentário que só serve pra ilustrar o que não somente eu, mas muitos passageiros estão vivenciando com essa cia. Minha ação (e de alguns outros conhecidos/amigos) contra eles já está correndo na justiça e aconselho você a fazer mesmo! Muito obrigada pelo seu comentário e visita no blog!!! 🙂

  4. Oi Mônica,
    como vai…..viu que eu e minha esposa estávamos corrento quando falamos, no restaurante do Hotel Presidente, que vc nao iria voar para Auckland e vc achou que estávamos te gorando. Pois é infelizmente, só tentamos te alertar sobre como fomos tratados pela aerolíneas nos dez dias de “cárcere” vividos no caos e irresponsabilidade dessa m….. de companhia áerea.

    veja Youtube caos aeroporto ezeiza / protesto aerolíneas
    Um abraço
    Heitor e Lu

    • Oi Heitor,

      Ai que bom que voce e a Lu me acharam!!! Cara, eu so pensava em voces no aeroporto… voces estao de volta ao Brasil? A Carol e o Joao tem as fotos, vou pegar com eles e envio pro seu email. Eu estou em contato com um advogado no Rio, mas estou considerando uma acao conjunta. Se voce estiver interessado em “liderar o movimento” me avisa que eu conheco algumas pessoas tambem. Um grande beijo pra voces e desculpa a falta de acentos. Esse teclado aqui do trabalho desconhece as belezas do nosso idioma. Beijos!!!

  5. Estou em Auckland esperando o voo para o Brasil desde 28 de junho… me remarcaram para dia 12/07 apenas so que os voos nao pararam de cancelar até hoje dia 03/07… acho improvavel que ela normalizae ate dia 12/07 e estou quase comprando uma volta via los angeles daqui de Auckland. Vc conseguiu chegar em Auckland pela LAN??? Podemos mover uma ação contra a aerolineas no Brasil para me reembolsar desse ticket que terei que comprar??? Obrigado pela ajuda

    • Oi Felipe,
      Meu vôo pela Lan sai dia 06 de Julho, vou postar assim que chegar lá.
      Eu sinceramente desisti da Aerolíneas, não pelos cancelamentos mas pela falta de respeito e desorganização. Eu já estou em contato com um advogado e no meu caso é completamente cabível.
      Procure um advogado (se quiser indico o meu, mas é no Rio) e se aconselhe. Não se esqueça que para voar via Los Angeles você tem que ter visto para os EUA mesmo que seja só conexão.

      • Obrigado pela resposta. Sim eu tenho o visto EUA por isso estou conseguindo essa opção. Quem não tem esta aqui jogado no aeroporto ou no hotel sem ter como voltar pra America do Sul. O descaso e a falta de informação é caracteristico de los hermanos e dessa cia que me deu dor de cabeça nas 2 vezes que viajei com ela. Sorte no seu voo dia 06 e parabens pelo post.

  6. Tambem nao gosto de argentinos e, apesar de ter conhecido muito argentino bonito, nao conheci um maneiro. Acho que voce tem que processar a Aerolineas e ponto final! Eles tem que quebrar pra parar de atender mal as pessoas.

    • Exatamente Chris, eles não são “maneiros”. Eu fui ao advogado hoje e uma ação na vara cível cabe perfeitamente. Vamos pro pau!!!! É sinceramente, se Brasileiro deixa de voar Aerolíneas aquela porcaria vai falir em 2 semanas. Quem sabe a ação contra a Aerolíneas não financia minha viagem pra conhecer Baby Laura? ;P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s