#41

“Há que se ter coragem pra ser feliz.
Há que se ter espanto e loucura,
Há que se ter razão e imaginação.
Há que se ter remédios,
Íntimos e diários,
Doses de absolvição.
Há que se ter tempo para brotar o talento,
Há que se ter as horas para afiar,
Há que se perceber a grave diferença
Entre a rotina e a satisfação.
Há que se afastar da inércia e mover-se
Dar as mãos à intenção.

Há que se sentar e começar.

Há que se conhecer de perto o medo
Sem deixar de crer no desejo.
Há que se fazer algo por si.
Por si, primeiro.
Tudo porque se há de querer ser feliz. Sempre.
Em si, ao menos.

Sempre.”

Juliana Leite

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s